Nesta quarta-feira (28), a Câmara Municipal de Ponta Grossa votará o projeto de lei que prevê a mudança do nome […]

Vereadora homenageia Corina Portugal e propõe mudar nome da Avenida Vicente Machado em PG

Nesta quarta-feira (28), a Câmara Municipal de Ponta Grossa votará o projeto de lei que prevê a mudança do nome da principal avenida de Ponta Grossa, a Vicente Machado para o nome de Corina Portugal.

A data 08/03/2023 em que o projeto foi   protocolado é no Dia Internacional da Mulher. Conforme dados da história da cidade, Corina Antonieta Portugal, natural do Rio de Janeiro, com 15 anos casou com Alfredo Marques Campos, onze anos mais velho, que descontava em Corina suas frustrações potencializadas pela dependência do álcool e dos jogos, e a assassinou em abril de 1889, sem motivos com 32 punhaladas.

Vicente Machado, nome atual da avenida, na época deputado provincial foi o advogado de defesa de Campos e teria inventado a traição para livrá-lo da condenação. À época, a opinião pública apoiou o criminoso considerando que ele agiu para defender sua honra. Através de cartas divulgadas pelo doutor João Menezes Dória, desafeto político de Vicente Machado, que acusou de ser o amante de Corina Portugal, a verdade veio à tona e a vítima de feminicídio passou a ganhar seus primeiros admiradores, e o viúvo da jovem cometeu suicídio.

O crime motivou diversas pesquisas. O advogado Josué Correa Fernandes escreveu o livro “Corina Portugal: história de sangue e luz” e diz que a homenagem a Vicente Machado é controversa. “Ele foi o algoz de muitos em Ponta Grossa e quando assumiu a presidência do Paraná, em 1893, e perseguiu moradores da cidade durante a Revolução Federalista”, afirma.

Corina Portugal foi sepultada no Cemitério Municipal São José. Muitas pessoas recorrem à ela para fazerem pedidos e graças, onde sua simples sepultura sempre está coberta com flores frescas e velas acesas. É vista por muitos ponta-grossenses, como santa não canonizada.

Segundo a vereadora do Mandato Coletivo do PSOL, Josi Kieras, a apresentação do projeto de lei “atende à reivindicação de amplos setores da sociedade que buscam o resgate histórico da pessoa de Corina Portugal”.

O projeto passou pelas comissões permanentes da Câmara, sendo a Comissão de Legislação, Justiça e Redação (CLJR) e a Comissão de Obras, Serviços Públicos, Trânsito, Transporte, Mobilidade Urbana e Acessibilidade (COSPTTMUA) favoráveis à proposta, enquanto a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CECE) emitiu parecer contrário.

A discussão inicial está agendada para a ‘Sessão Ordinária’ às 14 horas desta quarta-feira.

Informações: Mareli Martins

Deixe um comentário

Abrir bate-papo
Olá, Tudo bem? Bem vindo (a) ao Gazeta Popular News.
Como podemos te ajudar?